Direitos Autorais

Todas as receitas e fotografias de todas e quaisquer criações incluídas neste blog/site estão sobre a proteção da LEI DO DIREITO AUTORAL Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Portanto, é proibida qualquer reprodução ou divulgação das mesmas com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação. Não copie! Entre em contato: autismoemfoco@gmail.com myfreecopyright.com registered & protected

Meu livro: Autismo Esperança Pela Nutrição

Meu livro: Autismo Esperança Pela Nutrição
Vendas: autismoemfoco@gmail.com

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Preparando Pão Sem Glúten na Panificadora Caseira

Muitas pessoas que frequentam o blog e os grupos tem me perguntado sobre como fazer pães nas máquinas caseiras. Eu não tenho uma e nem quero comprar, não gosto do formato do pão pequeno e alto. E além do mais, faço pães tão rapidamente com batedeira e forno que prefiro continuar assim.
Mas para tentar ajudar vocês, hoje fui ver uma máquina dessas na loja e analisar como ela funciona.

Quando nós aprendemos todos os truques dos pães sem glúten, fica fácil prever como eles devem ser feitos numa máquina dessas.
Pães sem glúten são muito mais fáceis de serem feitos do que os pães tradicionais:
- Não precisam serem sovados, o tempo de mistura dos ingredientes já está sovando a massa;
- Não precisam crescer 2 vezes;
- Não precisam serem moldados;
- E a consistência da massa é a de um bolo que demora a cair da colher.

Levando em conta estes dados básicos, vou passar as dicas pra vocês de como fazer pães sem glúten utilizando máquinas de pão caseiras:

1º Pegue qualquer receita de pão do blog. Misture todos os ingredientes secos numa vasilha com excessão do fermento;

2º Misture todos os ingredientes líquidos em outra vasilha, batendo levemente com o batedor de ovos. Inclusive os ovos e a água morna.

3º Coloque os ingredientes líquidos primeiro na forma da panificadora, reservando 2 colheres para o final do tempo de mistura. Ao final do processo de mistura, verifique a consistência da massa e se for preciso, adicione o líquido restante.

4º Coloque por cima os ingredientes secos já misturados. Abra uma cova na mistura de farinha e coloque o fermento, sempre o biológico seco.

5º Coloque a forma na panificadora e ajuste os ciclos, pondo a máquina para funcionar. Como o pão não precisa e nem deve descansar e ser batido de novo, você deve escolher os ciclos rápidos: Rápido, rápido I ou II dependendo do tamanho do pão. Estes ciclos misturam a massa, deixam descansar  por cerca de 11 minutos e assam. O pão sem glúten precisa de mais tempo descansando para poder crescer, provavelmente você terá que interromper a operação para o pão crescer mais ou repetir esta fase do ciclo 2 ou 3 vezes,se a máquina permitir, dependendo do tempo frio ou quente e verificando se a massa dobrou de volume.

6º  Como a maioria das receitas dos meus pães são divididas em 2 formas, levam 30 a 35 minutos para assar. E como a receita será única, o pão é maior e mais alto, logicamente levará mais tempo para assar. Estes ciclos levam de 30 a 45 minutos de tempo para assar. Sugiro então que divida a receita ao meio, mas mantendo a mesma quantidade de fermento.
Outra opção se a máquina permitir seria repetir somente o tempo de cozimento e parar a máquina após 50 minutos de cozimento total.

6º O tempo fornecido pela máquina para manter o pão quentinho não é uma boa opção para o pão sem glúten, ele fica borrachudo. Acabou de assar, retire-o imediatamente da máquina e coloque-o para esfriar sobre uma grade. Quer comer pão quentinho? Esquente-o no grill, forninho ou torradeira.

Conclusão:

Estas máquinas são feitas na medida para pães tradicionais.
A idéia é você colocar todos os ingredientes lá dentro e a máquina fazer todo o trabalho sem que você sequer olhe pra ela a não ser no momento em que você já está com fome e quer o pão quentinho :)


Para os pães sem glúten você terá que estar sempre por perto controlando o trabalho.
Não apresenta uma grande vantagem.
Continuo preferindo minha batedeira :)
A não ser que algum dia o fabricante inclua um ciclo específico para pães sem glúten.
Mas se você já tem uma, estas são as dicas para os pães ficarem realmente bons!

Se as dicas os ajudarem, deixem comentários por favor!

Abraços!



Após escrever e publicar esta mensagem, a minha amiga Raquel Benati do Rio sem Glúten comentou que faz ótimos pães em sua máquina Cadence. Para nos ajudar, aqui estão suas receitas!

Receita de pão pra máquina Cadence ( cada máquina tem suas especificidades... ):


Tem um copo medida de 300 ml, que vem com ela.



Pão básico da Raquel:

- 2 copos de farinha de arroz

- 1/2 copo de polvilho doce

- 1/4 de copo de linhaça moída , quinua em flocos ou amaranto ( aqui o importante é colocar fibras...)

- 1/4 de copo de fubá ou de feijão fradinho ou de grão de bico - às vezes uso, às vezes não ... às vezes só aumento a quantidade de polvilho...

- 2 ovos ( gema sem pele )

- 1 colher das de sopa de açúcar

-1 colher das de chá de sal

-2 ou 3 colheres de óleo

-1 copo de água

- 3 colheres de chá de fermento biológico seco

- 2 colheres das de chá de CMC



Coloco os líquidos e depois os secos. Ponho no ciclo médio e vou colocando mais água até dar o ponto. Ajudo a misturar... a consistência da massa é grossa... Não pode colocar muito fermento - tem gente que usa o pacotinho inteiro - aí o pão cresce mas depois afunda na hora de assar...



Outra receita:

Pão Delícia SGSC:

Pães de 600 grs.na Cadence pequena.



- 1 copo medida (300 ml) apertando bem de mandioquinha (batata baroa) cozida e amassada com garfo

- 1 ovo sem membrana - põe no copo e completa com um pouco de leite de coco e creme de soja de caixinha e termina de encher o copo com 1 colher das de sopa de óleo de canola.

- 1 medida da colher-medidora de açúcar (equivale a uma 1 colher de sopa)

- 2 medidas da colher-medidora de sal (equivale a 2 colheres de chá )

- 2 pacotes de fécula de batata (400 g)

- 3 colheres de chá de fermento biológico instantâneo (se estiver um dia frio coloque todo o pacote).

- Opcional : um pacote de coco ralado ( 50g)



Colocar na máquina primeiro a batata baroa batida no liquidificador com os líquidos, depois a fécula, coco e o fermento no final. Ciclo médio como no pão acima.
Related Posts with Thumbnails